Não fosse a goleada do Vitória pra cima do Goiás e a classificação do Cruzeiro para a próxima fase da Copa Libertadores, o futebol teria sido totalmente esquecido por causa de toda a confusão envolvendo Manoel e Danilo no jogo entre Palmeiras e Atlético-PR.

Lamentável, é tudo que dá pra dizer. O zagueiro atleticano, Manoel, acusa o palmeirense Danilo de ter-lhe dado uma cusparada e de tê-lo chamado de “macaco”. O atleticano também deu uma cabeçada no rival e para encerrar em grande estilo, pisou em Danilo, propositalmente.

Resultado: o caso foi parar na delegacia. Após o final do jogo, Manoel foi até a 23ª Delegacia de São Paulo e prestou queixa contra Danilo. O jogador palmeirense foi enquadrado no artigo 140, parágrafo 3º, do Código Penal – “Injúria qualificada por racismo”.

Já ia me esquecendo. O Palmeiras venceu por 1 x 0. O resultado é bom e nada mais. Não sofreu gol em casa. É bom também para o Atlético, pois perdeu por um único gol de diferença. No final, pior para os paranaenses que não terão Paulo Baier (expulso) no jogo da volta.

Mas ainda bem que a noite de quinta teve também o futebol no centro das atenções.

O Vitória sapecou 4 x 0 no Goiás e praticamente garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Os goianos vão precisar vencer por cinco gols de diferença para avançar à próxima fase. Ramon, Junior, Bida e Schwenck marcaram os gols, todos na etapa final, da surpreendente goleada do Vitória.

Pela Libertadores o Cruzeiro conseguiu o resultado que precisava. Foi ao Chile e trouxe um empate por 1 x 1 e a vaga nas oitavas de final do torneio. Os cruzeirenses chegaram aos 11 pontos e garantiram a passagem como um dos seis melhores segundos colocados. Tiago Ribeiro fez o gol do Cruzeiro, que aguarda o fim da primeira fase para conhecer seu próximo adversário.

Anúncios