América, Atlético e Cruzeiro passam por uma fase inacreditavelmente ruim na Série A do Campeonato Brasileiro de 2011. E, apesar de estarem unidos nessa má fase, obviamente os motivos que os levaram a ela são amplamente distintos.

Diria que o América é último colocado devido ao prematuro acesso à primeira divisão. O clube ainda não estava preparado para disputar a competição neste ano. Exatamente por isso, o Coelho deve ser, dos três clubes, o menos preocupado. Voltará (com certeza) à segunda divisão, mas em 2013 estará muito mais preparado para jogar novamente a Série A. Já penso em 2013 porque enxergo com muita clareza uma campanha vitoriosa do América na Série B em 2012. Economicamente e administrativamente o clube estará fortalecido. O que é uma pena é o clube não disputar a Série A no ano do seu centenário (2012). Mas isso pode ser bom, pois evita que a Diretoria faça gastos que o clube não possa suportar. A males que vêm para o bem.

Já Atlético e Cruzeiro têm muito com o que se preocupar. Para ambos cair seria uma tragédia: perderiam o bonde da Copa de 2014. Este é um momento ‘imperdível’!

O Galo caminha para voltar à Série B. É muito pouco tempo desde a queda de 2005. O Atlético não será mais o mesmo depois de uma segunda queda tão rápida. Sua condição de grande no cenário do futebol brasileiro corre sérios riscos de alteração.

Apesar de apresentar um futebol razoável, melhor do que o de vários concorrentes, o clube não consegue vencer. Isso se deve, em boa parte, à ansiedade de jogadores, torcida e Diretoria. E quanto mais o campeonato avança e os resultados não aparecem o nervosismo aumenta. Com isso, o ‘buraco’ fica cada vez maior e as dificuldades aumentam. O único alento para os atleticanos é que o futebol apresentado pelo time sob o comando de Cuca realmente evoluiu. O esquema está mais claro para todos e a equipe titular também. A única posição que está devendo e muito, a de centroavante, curiosamente é aquela em que houve mais investimentos; André e Guilherme não acertam. Se Cuca achar uma solução para essa posição, as chances atleticanas são boas.

A Raposa está em uma situação delicadíssima, principalmente porque o clube não está acostumado a lidar com a situação na zona do rebaixamento. Vele lembrar que é um dos cinco clubes da Séria A que nunca caiu (Inter, São Paulo, Santos e Flamengo).

Os torcedores fazem muita pressão e, para completar, o Cruzeiro ainda precisa conviver com a mudança de comando na Presidência durante esse momento. Isso porque ainda não falei de dentro do campo, que vai muito mal. O time do primeiro semestre não existe mais. Jogadores como Tiago Ribeiro (vendido) e Wallyson (machucado), que foram fundamentais na Libertadores, não jogam mais. Gilberto, depois de muita confusão, teve contrato rescindido. Roger não joga a metade do que pode e vários jogadores estão no DM. Vágner Mancini chegou agora e já é o quarto técnico a comandar o time nesta campanha. Por tudo isso, o jogo contra o São Paulo, nesta quart-feira (5), é importantíssimo. Caso não vença os paulistas, não vejo muitas possibilidades de recuperação do Cruzeiro. Talvez o jogo contra o São Paulo seja a última cartada que o Cruzeiro possa dar em 2011.

Faltam 11 rodadas. O América é 20º, com 20 pontos. O Atlético é o 18º, com 26. E o Cruzeiro é 16º, com 29. A briga para sair do Z4 será grande. E a chance de Atlético X Cruzeiro, na última rodada, ser um jogo decisivo nessa briga é enorme.

Boa sorte a todos os mineiros.