América, Atlético e Cruzeiro passam por uma fase inacreditavelmente ruim na Série A do Campeonato Brasileiro de 2011. E, apesar de estarem unidos nessa má fase, obviamente os motivos que os levaram a ela são amplamente distintos.

Diria que o América é último colocado devido ao prematuro acesso à primeira divisão. O clube ainda não estava preparado para disputar a competição neste ano. Exatamente por isso, o Coelho deve ser, dos três clubes, o menos preocupado. Voltará (com certeza) à segunda divisão, mas em 2013 estará muito mais preparado para jogar novamente a Série A. Já penso em 2013 porque enxergo com muita clareza uma campanha vitoriosa do América na Série B em 2012. Economicamente e administrativamente o clube estará fortalecido. O que é uma pena é o clube não disputar a Série A no ano do seu centenário (2012). Mas isso pode ser bom, pois evita que a Diretoria faça gastos que o clube não possa suportar. A males que vêm para o bem.

Já Atlético e Cruzeiro têm muito com o que se preocupar. Para ambos cair seria uma tragédia: perderiam o bonde da Copa de 2014. Este é um momento ‘imperdível’!

O Galo caminha para voltar à Série B. É muito pouco tempo desde a queda de 2005. O Atlético não será mais o mesmo depois de uma segunda queda tão rápida. Sua condição de grande no cenário do futebol brasileiro corre sérios riscos de alteração.

Apesar de apresentar um futebol razoável, melhor do que o de vários concorrentes, o clube não consegue vencer. Isso se deve, em boa parte, à ansiedade de jogadores, torcida e Diretoria. E quanto mais o campeonato avança e os resultados não aparecem o nervosismo aumenta. Com isso, o ‘buraco’ fica cada vez maior e as dificuldades aumentam. O único alento para os atleticanos é que o futebol apresentado pelo time sob o comando de Cuca realmente evoluiu. O esquema está mais claro para todos e a equipe titular também. A única posição que está devendo e muito, a de centroavante, curiosamente é aquela em que houve mais investimentos; André e Guilherme não acertam. Se Cuca achar uma solução para essa posição, as chances atleticanas são boas.

A Raposa está em uma situação delicadíssima, principalmente porque o clube não está acostumado a lidar com a situação na zona do rebaixamento. Vele lembrar que é um dos cinco clubes da Séria A que nunca caiu (Inter, São Paulo, Santos e Flamengo).

Os torcedores fazem muita pressão e, para completar, o Cruzeiro ainda precisa conviver com a mudança de comando na Presidência durante esse momento. Isso porque ainda não falei de dentro do campo, que vai muito mal. O time do primeiro semestre não existe mais. Jogadores como Tiago Ribeiro (vendido) e Wallyson (machucado), que foram fundamentais na Libertadores, não jogam mais. Gilberto, depois de muita confusão, teve contrato rescindido. Roger não joga a metade do que pode e vários jogadores estão no DM. Vágner Mancini chegou agora e já é o quarto técnico a comandar o time nesta campanha. Por tudo isso, o jogo contra o São Paulo, nesta quart-feira (5), é importantíssimo. Caso não vença os paulistas, não vejo muitas possibilidades de recuperação do Cruzeiro. Talvez o jogo contra o São Paulo seja a última cartada que o Cruzeiro possa dar em 2011.

Faltam 11 rodadas. O América é 20º, com 20 pontos. O Atlético é o 18º, com 26. E o Cruzeiro é 16º, com 29. A briga para sair do Z4 será grande. E a chance de Atlético X Cruzeiro, na última rodada, ser um jogo decisivo nessa briga é enorme.

Boa sorte a todos os mineiros.

Em Minas Gerais a tendência é termos novamente a decisão do título entre Atlético e Cruzeiro. Os dois grandes da capital jogam por empates contra Democrata e Ipatinga, respectivamente, para passarem à final.

O Atlético vem de uma partida interessante no meio de semana, em que o ataque, que vinha bem, falhou muito, e o sistema defensivo, que vinha titubeante, foi quase perfeito. O resultado foi bom, 1 x 0 diante do Sport.

Para a partida contra o Democrata, Luxemburgo deve vir com algumas novidades. As únicas certezas são: Fabiano, suspenso, não joga, e Renan Oliveira está escalado no meio campo. É esperado que o técnico poupe alguns jogadores que vêm atuando com mais freqüência, caso, por exemplo, do veterano Júnior.

Já do lado cruzeirense, é difícil imaginar o que Adílson fará. O time vem desgastado pela empate no Chile, contra o Colo-Colo, que selou a classificação celeste para a próxima fase da Libertadores, mas em compensação não jogará no próximo meio de semana.

Acredito que o técnico do Cruzeiro deva mandar a campo o que tem de melhor, exceção feita a Kléber, que está contundido, pois o jogo contra o Ipatinga é complicado. A equipe do Vale do Aço é a melhor do interior de Minas e vem fazendo grandes jogos no Mineirão. Se o Cruzeiro vacilar, pode perder a vaga.

Democrata X Atlético será neste sábado, às 18h30, no Mineirão. Já Cruzeiro X Ipatinga jogam no domingo, às 16h, também no Mineirão.

1 O Atlético, em Minas, saiu na frente do Democrata. Depois de um primeiro tempo tranquilo, em que abriu 2 x 0, a segunda etapa foi sofrida e sofrível. Mesmo assim, o Galo conseguiu vencer por 2 x 1.

2 O Internacional, como esperado, está classificado para a decisão da Taça Fábio Koff, o segundo turno do Campeonato Gaúcho. O Inter passou pelo Ypiranga, por 2 a 0, com dois gols do atacante Walter.

3 O Botafogo venceu o Fluminense, por 3 a 2, de virada, e está na final da Taça Rio. Com essa bela vitória, e ao contrário do que eu havia previsto, o Botafogo está a um passo da conquista antecipada do campeonato carioca, já que venceu também a Taça Guanabara.

4 O jogo coletivo do Barcelona impressiona. O jogo de Messi, mais ainda. Com um gol marcado pelo argentino, o Barça passou desta vez pelo Real Madrid, no Santiago Bernabéu, por 2 x 0. Está difícil parar o Barça.

5 A russa Yelena Isinbayeva, anunciou neste sábado, seu afastamento das disputas do salto com vara por tempo inderteminado. Depois de dificuldades nos últimos torneios de que participou, a bicampeã olímpica e recordista mundial, disse que a pausa é necessária, mas que volta a tempo de buscar o tricampeonato em Londres, 2012.

6 Hoje assisti a um jogaço de voleibol. Brasil Vôlei Clube e Montes Claros fizeram uma partida disputadíssima e altamente técnica. Os paulistas venceram por 3 sets a 2 e vão decidir a vaga nas semifinais da Superliga no terceiro jogo, na casa dos mineiros.

7 O grande time do Pinheiros, com Giba, Gustavo, Rodrigão e Marcelinho é o primeiro semifinalista da Superliga. Bateram pela segunda vez o Sesi, desta vez por 3 sets a 1.

8 Não assisti à luta, mas diante das críticas que tenho lido, só tenho a lamentar a postura do brasileiro Anderson Silva, no UFC dos Emirados Árabes. Por mais que se seja superior, não é correto debochar e menosprezar o adversário. Anderson venceu novamente e é recordista no UFC, mas sua conduta foi digna das vaias que recebeu.

Com os três gols marcados na partida de domingo, contra o América, pelas quartas de final do Campeonato Mineiro, o volante Fabiano, do Atlético-MG, tornou-se o artilheiro da equipe no estadual, com oito gols. O jogador superou assim, o atacante Obina, até então goleador da equipe, com sete gols marcados. Obina, aliás, que ficará de fora da equipe por cerca de três meses. O jogador passará por uma cirurgia para reconstituição dos ligamentos do tornozelo esquerdo.

Para você ter uma idéia da boa fase por que passa Fabiano, o volante assumiu a titularidade absoluta após a contusão de Correa, contra o América-TO. Desde então, ele foi titular em sete jogos do Atlético, cinco pelo estadual e dois pela Copa do Brasil, marcando nove gols; média de mais de um gol por jogo. Somente nas últimas três partidas, o volante marcou sete vezes.

Conhecido também como o genro de Luxemburgo, Fabiano vem se tornando peça fundamental da equipe. Além de fazer gols, vem jogando muito bem e desempenhando um papel tático importantíssimo. Ele ocupa o lado direito do losango armado por Luxa no meio campo do Galo. Isso quer dizer que Fabiano é também responsável pela marcação e pela ligação da defesa com o ataque pelo lado direito atleticano.

Bom para o jogador, que vinha rodando por clubes menos importantes de centros como Espanha e México antes da chegada ao Atlético. Agora ele está de volta ao futebol em alto nível e a um grande clube do Brasil. Está sendo visto novamente.

Bom também para Luxemburgo, que agora tem dois grandes atletas para aparentemente uma única posição. Correa e Fabiano vão dar aquela famosa boa dor de cabeça ao treinador.

Mas bom mesmo é para o Atlético, que com mais um grande jogador para seu elenco, fica mais próximo de atingir seus objetivos da temporada.

São esses quatro os meus favoritos para chegarem às semifinais do Campeonato Mineiro. As partidas das quartas de final começam neste sábado, quando o Ipatinga recebe o Tupi e o Cruzeiro, o Uberaba. No domingo teremos: América X Atlético e Villa Nova X Democrata.

De todos os confrontos, acredito que o mais equilibrado será entre Tupi e Ipatinga. Os dois times se equivalem, e graças aos tropeços do time do Vale do Aço nas duas últimas rodadas, eles vão se enfrentar prematuramente. Vou apostar no Ipatinga, que, embora tenha tropeçado recentemente, estava jogando desfalcado.

Se falei do mais difícil, agora falo do confronto mais fácil. Acredito que o Cruzeiro não terá problemas frente ao Uberaba. O time de Adílson é bem melhor e mesmo atuando com equipe mista passará de fase.

O Atlético vem em ótimo momento e acredito no time de Luxemburgo contra o América. O Coelho ainda não se encontrou na temporada e terá de fazer os jogos do ano para sonhar em passar pelo Galo.

Já no confronto entre Democrata-GV e Villa Nova vou de Democrata. O Villa é mais tradicional, mas o Democrata tem melhor time. A equipe do Vale do Rio Doce foi a segunda na primeira fase e mostrou que é muito forte dentro de casa. Já o time de Nova Lima demorou para engrenar na competição e, apesar de alguns jogadores experientes, não deve suportar o Democrata.

Começa nesta quarta a segunda fase da Copa do Brasil. Todos os principais candidatos ao título ainda estão na competição e acredito que continuarão. Para mim, essa fase ainda não apresentará as famosas ‘zebras’ da competição.

Nesse ano, os times tradicionais do país estão muito superiores aos demais. Os elencos das grandes equipes melhoraram de uma forma geral em 2010. Acredito em belas disputas entre os favoritos ao título, mas em fases posteriores da competição.

Aqui vão meus favoritos: Grêmio, Santos, Atlético-MG, Fluminense. Todos estão do mesmo lado da chave e vão se matar até a final, mas ainda acredito que o titulo fica com o que sobreviver até lá.

Você deve ter notado que não apontei times como Palmeiras, Vasco, Botafogo, Goiás e Atlético-PR. Eles vão passar pela segunda fase e vão chegar mais à frente na competição. Muito provavelmente um deles chegará à final pelo outro lado da chave. Mas acredito que na hora de decidir, os outros levarão vantagem.

Dos times citados, apenas o Santos joga na quinta-feira, à noite; os demais entram em campo nesta quarta. Vasco e Grêmio, à tarde, e os outros, à noite. Quem quiser conferir as chaves e a tabela completa da Copa do Brasil visite http://espnbrasil.terra.com.br/tabelas.

Boa tarde/noite de futebol a todos!

Hoje à noite, o técnico Vanderlei Luxemburgo será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD) por “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva” (artigo 258, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva). Caso seja condenado, o técnico do Atlético pode ser suspenso por até seis jogos.

A polêmica começou quando as câmeras de TV flagraram o atleticano dirigindo à torcida do Cruzeiro supostos gestos ofensivos, mais especificamente, uma ‘banana’. Vanderlei se defendeu em seu blog afirmando que apenas mostrava aos cruzeirenses que ele e a equipe do Galo tinham sangue nas veias, e que na próxima partida eles dariam o troco.

Sinceramente, acredito que nesse caso o técnico paga pelo seu passado e por seu jeito de ser. Não gosto da postura de parte da mídia e de torcedores que afirmaram categoricamente que o gesto foi uma ‘banana’. Fica claro, observando as imagens de TV, que Luxemburgo realmente fez o que alegou. Por isso, creio que os membros do Tribunal vão ter o bom senso necessário para julgar o técnico e absolvê-lo nesta noite.

Mas não vou deixar de fazer uma crítica a Luxemburgo neste episódio. Um técnico da importância e da experiência dele não poderia ‘cair na pilha’ da torcida adversária. Cabia a ele, e a qualquer outra pessoa em sua posição, manter a cabeça fria e ignorar as provocações. Gestos impensados como este só fazem dar margens a diversas interpretações e, com isso, alimentar a rivalidade entre torcedores mais exaltados, o que precisamos evitar sempre.

Que foi um gesto e uma atitude infeliz, eu concordo. Porém, acho que não seja motivo suficiente para qualquer tipo de punição. Afinal, isso seria assumir perante os torcedores que Luxemburgo os ofendeu, o que não foi o caso dessa vez.