Em Minas Gerais a tendência é termos novamente a decisão do título entre Atlético e Cruzeiro. Os dois grandes da capital jogam por empates contra Democrata e Ipatinga, respectivamente, para passarem à final.

O Atlético vem de uma partida interessante no meio de semana, em que o ataque, que vinha bem, falhou muito, e o sistema defensivo, que vinha titubeante, foi quase perfeito. O resultado foi bom, 1 x 0 diante do Sport.

Para a partida contra o Democrata, Luxemburgo deve vir com algumas novidades. As únicas certezas são: Fabiano, suspenso, não joga, e Renan Oliveira está escalado no meio campo. É esperado que o técnico poupe alguns jogadores que vêm atuando com mais freqüência, caso, por exemplo, do veterano Júnior.

Já do lado cruzeirense, é difícil imaginar o que Adílson fará. O time vem desgastado pela empate no Chile, contra o Colo-Colo, que selou a classificação celeste para a próxima fase da Libertadores, mas em compensação não jogará no próximo meio de semana.

Acredito que o técnico do Cruzeiro deva mandar a campo o que tem de melhor, exceção feita a Kléber, que está contundido, pois o jogo contra o Ipatinga é complicado. A equipe do Vale do Aço é a melhor do interior de Minas e vem fazendo grandes jogos no Mineirão. Se o Cruzeiro vacilar, pode perder a vaga.

Democrata X Atlético será neste sábado, às 18h30, no Mineirão. Já Cruzeiro X Ipatinga jogam no domingo, às 16h, também no Mineirão.

Anúncios